Higiene Oral no TEA

Uma das maiores dificuldades em pessoas com TEA é a higiene oral. images (14)

O Museu Nacional de Odontologia, nos Estados Unidos, Autism Center Kennedy Krieger Institute e a Faculdade de Odontologia da Universidade de Maryland desenvolveram boas práticas de higiene oral para crianças com autismo.

Alguns fatos básicos:

  • A má higiene oral é o fator chave para o desenvolvimento de cárie em crianças com TEA.
  • Crianças com necessidades especiais têm maiores taxas de má higiene oral,  gengivite e doença periodontal do que o resto da população.
  • Medicamentos, dietas e hábitos de  contato direto com a boca pode causar problemas de saúde bucal muitas crianças com necessidades especiais.
  • O atendimento odontológico é o principal problema de saúde que  não foi abordado em crianças com necessidades especiais.
  • Em todos as classes econômicos, crianças com necessidades especiais são quase duas vezes mais propensas a ter nenhum cuidado dental do que seus pares sem necessidades especiais.

Pais são a chave para esse aprendizado. É importante que seus filhos vêem que você limpar os dentes, que você vai ao dentista, que você se preocupa com a sua saúde oral e sua.

Aprender a higiene oral é semelhante à criação de outras rotinas, por isso siga o que a sua experiência vai ditar, mas aqui estão algumas dicas.

1 –Escolhendo a escova de dentes.

  • O tamanho certo para a boca do seu filho: O tamanho das cerdas pode fazer a diferença, tente até encontrar o que funciona melhor para você e seu filho.
  • Tente escovas duras e macias para evitar ser incomodado com as gengivas.
  • Se você tiver problemas para a criança segurar  o cabo pode adaptar, colocando uma almofada de espuma, um elástico, uma bola cruzada pela images (10)alça ou até mesmo um pedaço de EVA.
  • Como qualquer outra criança, a presença na escova de um personagem tão querido dos desenhos animados pode torná-lo um objeto precioso.
  • Depois de acostumar com a escova de dentes manual, você pode tentar uma escova de dentes elétrica. Para algumas crianças é mais fácil porque evita parte do “trabalho”. Para outras sensações desconfortáveis ​​podem ser geradas.

 

2 – Escolhendo a pasta de dente.

Eles variam em sabor, textura e cor. Escolha o que ele prefere. Se tiver dificuldade em engolir, oferecer pastas com flúor que melhor protegem contra as cáries. Para muitas crianças com autismo, o  sabor menta muito forte, mas há muitas opções no supermercado.

3-Escolhendo o fio dental

Eles mudam de tamanhos, sabores e texturas. Dá para experimentar vários para ver qual deles escolher. De acordo com a separação dos seus dentes, trazer um fio dental mais grosso ou mais fino.

4- A caixa de higiene.

Coloque as coisas em um só lugar. Facilita definir a rotina diária. Escolha um local que é relaxante e é consistente com as necessidades sensoriais do seu filho (luz, som).  Um pequeno timer de cozinha pode ajudar a fazer quanto tempo deve escovar dente.

5- Ensinando:

  • Mostre-lhe como fazê-lo. Explique o que você faz e vai mostrando cada passo.
  • Ensine seu filho a abrir a boca para limpar os dentes.
  • Antes de começar a escovar, deixe seu filho explorar a escova, passe na  mão, os lábios e, finalmente, na boca.
  • Escove os seus dentes. Ele vai ajudar você a descobrir o que se sente como escovar e usar fio dental.
  • Usar imagens da boca. Estes recursos visuais podem ajudar a explicar cada área da boca e definir quantas vezes você tem que escovar em cada lugar. Busque na internet fotos e crie a sequencia.

6- Estabeleça uma rotina:

  • Sente-se atrás do seu filho com a cabeça apoiada em seu peito. Se não é confortável, sente-se na frente dele.
  • Para as crianças menores de três anos, colocar pouca pasta. Para aqueles que são mais velhos uma quantidade do tamanho de um amendoim.
  • Guie a mão para a boca;
  • Ajude-o a começar a escovar a parte externa dos dentes, usando um movimento circular suave.
  • Escovar a área interna  dos dentes e da língua.
  • Fazê-lo cuspir o excesso de pasta de dentes e boca limpa.
  • Coloque o fio dental em um “C” e movê-lo entre os dentes. Apenas um dente de cada vez.

7- Prepare a transição:

Aos poucos, deixe-o ir fazendo cada passo do processo. Ofereça-se para sempre ajudar se você tiver dificuldade.

8-. Dicas para implementar a nova habilidade

  • Ofereça-lhe escolhas. Deixá-lo escolher sua escova de dentes. Apresentar diferentes estilos, cores, personagens de desenhos animados ou qualquer outra coisa. Também deixá-lo escolher pasta de dentes e fio dental com experiência.
  • Parabenizá-lo. Mostre sua alegria cada vez que você completar uma destas etapas.Incentivá-los quando vão ao banheiro para limpar os dentes. Encorajá-lo quando ele colocou a escova na boca.
  • Moldar o comportamento. Passo a passo. Quando você faz algo bem, mostrar reforço positivo. Depois de concluir este passo (de entrar no banheiro, pegue a escova, colocar massa, …) passa para a próxima. Talvez no início não fique tudo certo. Seja paciente e continua a reforçar o quão bem você está fazendo.
  • Define recompensas. Você pode usar um quadro branco ou jarra de vidro. Cada vez que você completar uma etapa, uma marca aparece no quadro e quando ela está cheia de marcas ou adesivos ou qualquer outra coisa, tem um prêmio. Você também pode ter uma bola de gude ou uma moeda em um frasco a cada vez que você completar um passo.Quando o pote estiver cheio, tem direito a prêmio. Se você faz especialmente bem, pode cair de repente um punhado de bolas de gude, porque ele fez muito bem.
  • Torná-lo um jogo. Pode ser “minha vez, sua vez.” Você começa a tocar a boca com escova e fazer a criança copiar seus movimentos. Se você entrar no jogo, siga os passos até que toda a higiene bucal de rotina em andamento.

9 – Sugestões para alterações sensoriais. Muitas crianças têm hipersensibilidade sensorial, especialmente na boca, que faz com que a escovação dos dentes se torne um problema. . Algumas dicas para reduzir a  ansiedade:

  •  “Roupa de super-heróis”.  Pode ser enrolando a criança em um cobertor,  coloque-a em seu colo e de abraços, coloque um chapéu ou um boné, um acessório especial ou incomum. Crianças com tea podem diminuir a ansiedade se eles têm um impacto sensorial incomum antes de escovar os dentes. A pressão forte tende a ser calmante e relaxante.
  • Dessensibilize a boca. Se a escova de dentes ainda é desconfortável para limpar os dentes começa com um pedaço de pano ou uma esponja muito pequena. Quando você se acostumaram passa a cabeça da escova, e assim passo a passo até chegar a escova que você deseja usar. Além disso, tente outra pasta, se você vê que mostra oposição a qualquer textura ou algum sabor.
  • Use jogos. Jogos da atividade motora na boca pode ajudar a habituar a ter as coisas na boca. Um apito pode ser usado na banheira ou um canudo para soprar bolhas, ou tirar uma bola de gude em uma colher, por exemplo.

Fonte: Autismo Diário

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s